A compra dos materiais de construção é uma das principais etapas em qualquer obra, já que a baixa qualidade pode comprometer a segurança da edificação. Vale também analisar o custo-benefício, evitando comprar materiais baratos demais, mas que não correspondem às expectativas do projeto.

Dependendo do tipo de material adotado, há riscos tanto para os trabalhadores como para os futuros moradores. Descubra, então, algumas dicas sobre a qualidade dos materiais na construção civil.

1. Reaproveite materiais na construção civil

Já que estamos falando de qualidade dos materiais na construção civil, muitos poderão discordar e considerar que reaproveitar materiais não é uma boa solução.

Mas os enormes desperdícios de pisos e outros materiais de revestimento, como granito e madeira, não se justificam. Muitos podem ser bem selecionados e reutilizados corretamente.

2. Use materiais sustentáveis

Utilizar materiais sustentáveis significa que seu ciclo de vida deve ser ambientalmente adequado, da produção até o descarte. Vale dizer que alguns são mais baratos que os materiais convencionais; outros simplificam bastante os processos construtivos, como os tijolos ecológicos.

Para assegurar a sustentabilidade do material, o Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS) determinou que o consumidor deve averiguar certos aspectos, tais como:

  • se o material tem licença ambiental concedida por um órgão do Estado;
  • se consta na lista do PBQP-H (Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat);
  • ou está de acordo com as normas técnicas (pode-se consultar uma ETS, Entidade Tecnológica Setorial).

3. Verifique se os materiais apresentam certificação

A certificação é outro aspecto importante quando se prioriza a qualidade dos materiais na construção civil. Conforme determina a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), todos eles devem estar de acordo com as NBRs.

Essas normas técnicas visam garantir que os materiais oferecem boa qualidade, desempenho e segurança durante a execução da obra e depois, quando a edificação já estiver concluída e for usada pelas pessoas.

Se o material não respeita os critérios definidos pelas normas técnicas, o correto é que ele nem seja considerado durante a elaboração do orçamento. Portanto, confirmar que os materiais tenham certificação, antes de comprá-los, é uma atitude sensata, que evita, não apenas problemas com a segurança da obra, mas com a própria lei.

4. Adquira materiais adequados para cada tipo de obra

Quando se trata da compra de materiais, é fundamental considerar critérios como topografia, padrão da obra e clima da região. Vale lembrar, por exemplo, o isolamento térmico nas construções. Aproximadamente 30% do percentual do desempenho energético de um projeto recebe influência do tipo de material empregado ao redor.

Existem isolantes térmicos, como lã de vidro ou cortiça, que devem ser utilizados de acordo com o clima de cada região. Dessa maneira, esses materiais podem contribuir na otimização do conforto térmico, diminuindo os gastos com energia elétrica, por exemplo.

5. Compare os preços em concorrentes e produtos similares

Por fim, o preço também é outro fator importante na hora de avaliar a qualidade dos materiais na construção civil. Não se trata de comprar sempre o que custa mais barato, pois pode ser um mau negócio.

Na hora de comparar os preços, leve em conta os itens marginais, ou seja, os fatores que influem indiretamente no valor final do material, como: frete, durabilidade, estado de conservação, entre outros.

É recomendável ainda utilizar ferramentas para calcular os preços e a quantidade, principalmente quando não se deseja cometer falhas. Por exemplo:

  • as tabelas SINAPI da Caixa Econômica Federal, que contribuem na elaboração do orçamento e na cotação dos preços dos materiais da obra;
  • as tabelas TCPO da Revista PINI, que também ajudam a elaborar o orçamento, cotando preços;
  • a NBR 12721, que define os cálculos do Custo Unitário Básico para incorporar os materiais na obra.

É fundamental seguir as normas técnicas relacionadas à qualidade dos materiais na construção civil. Assim, garante-se a segurança do cliente e de todos que estão envolvidos na obra.

Achou este post informativo? Gostaria que outros leitores também acessassem essas dicas? Aproveite para compartilhar nas redes sociais!

Comments 0

Leave a Comment